Investimento renda fixa – Saiba como começar investir

Ter uma poupança mensal, com uma parcela de seu rendimento guardada para eventualidades ou mesmo para construir um patrimônio é o sonho de muitos brasileiros que, por desconhecimento, optam por um investimento tradicional, mas que traz pouquíssima rentabilidade: a caderneta de poupança.

A poupança é a preferida de muitas pessoas por ser considerado um investimento seguro e relativamente fácil. Basta que você tenha uma conta aberta em seu banco e aplicar qualquer quantia ali. Depois de alguns meses você terá um rendimento. Minúsculo, mas isso significará que o dinheiro estava guardado, e não foi gasto à toa.

Mas, você sabia que existe uma modalidade de investimento muito mais atraente do que a poupança, que oferece maior rentabilidade com igual segurança? É a renda fixa, uma das especialidades da Rico.com.vc, uma corretora focada em gerir investimentos para os mais diversos públicos.

Está pensando em guardar um pouco de seu salário, já ouviu falar na renda fixa, mas ainda não entende muito bem esse tipo de investimento? Então esse texto é para você. Aqui contaremos tudo o que você precisa saber para começar a poupar.

O que o investimento renda fixa?

No investimento renda fixa, os poupadores poderão aplicar tanto uma mesma quantia mensalmente como valores variáveis que seu rendimento permanecerá o mesmo, e será informado no ato do primeiro aporte.

Esse tipo de aplicação é muito procurada por investidores com perfil mais conservador, avesso a riscos, exatamente pela segurança que passam. O dinheiro aplicado não passa por grandes flutuações e nem há um risco enorme de que você perca aquilo que investiu, como acontece com quem opta pela renda variável.

Na renda fixa, o rendimento de seu investimento consegue ser previsto com mais exatidão porque ele tende a ser fixado em um percentual mensal, ou seguir alguns índices, como a taxa Selic, o CDI ou a inflação, cuja variação não é tão brusca.

Leia também: Saiba o que é e pra que serve o Score

Porque investir em renda fixa?

O investimento em renda fixa é uma ótima forma de começar a criar um patrimônio e incentivar também o desenvolvimento da cultura da aplicação. Quem nunca investiu um só centavo pode encontrar nesse tipo de investimento uma ótima forma de começar a poupar.

Além disso, o investimento renda fixa protege seu capital de oscilações que poderiam causar fortes prejuízos, permitindo que você comece a se familiarizar com o mercado financeiro antes de alçar voos mais altos.

A renda fixa é sempre conservadora?

Sim, mas seu percentual de rendimento varia, e pode ser bastante atraente de acordo com a modalidade de investimento. Quem aplica em renda fixa pode, por exemplo, escolher entre o CDB, o Tesouro Direto, a LCI e LCA, a letra de câmbio ou, ainda, o CRI e CRA.

Além disso, quem começa um investimento renda fixa pode escolher entre um emissor público e privado, garantindo ainda mais segurança para a sua aplicação. Quem tende a ser extremamente conservador e totalmente avesso a riscos podem encontrar nos títulos atrelados ao governo uma ótima opção para começar um pé de meia.

Afinal, como a renda fixa funciona?

Na rico, quem decide iniciar um investimento renda fixa, precisa entender como essa modalidade de aplicação funciona. Aliás, isso é muito simples.

Aqui, você está fazendo uma espécie de empréstimo a uma instituição financeira, seja ela pública ou privada. Para recompensar o investidor por ceder seu dinheiro a estas entidades, ele recebe uma remuneração mensal, que é definida pela instituição e informada assim que o contrato de investimento em renda fixa é assinado.

Como investir em renda fixa?

Quando você fecha contrato com a Rico e decide começar a investir, precisa escolher o tipo de aplicação que deseja. É possível escolher, por exemplo, um título pré-fixado, onde a remuneração é informada no início do contrato, e ao final desse prazo você já sabe exatamente quanto vai receber, sem nenhuma surpresa.

Agora, se você quer ganhar um pouco mais, pode escolher um título pós-fixado, como os atrelados aos indicadores econômicos, como a taxa Selic. Aqui, ao final do contrato, o investidor pode se deparar com uma rentabilidade muito maior, sobretudo se os índices aos quais o documento está ligado tiveram boa valorização.

Independente da modalidade de investimento que você escolha, a renda fixa é uma ótima pedida para começar a poupar. E na Rico você tem os melhores planos.